Brasília, quarta-feira, 15 de dezembro de 2010
Ano 13 – Nº 2.967 – Fale conosco: jornal@dn.senai.br


Expansão em Goiás
Empresas, Senai e prefeitura se juntam para instalar o núcleo de ensino de Mineiros
Menos de um ano após a inauguração do Núcleo Integrado Sesi Senai Quirinópolis, o Sistema Fieg expande mais uma vez a sua atuação no sudoeste do estado com a implantação de complexo semelhante em Mineiros. O Núcleo será aberto nesta quarta (15/12), às 16h, com a inauguração oficial está prevista para março de 2011.

A prefeitura cedeu o prédio e a ETH Bioenergia, responsável pelas adequações físicas da unidade para realização das atividades de formação profissional, são parceiros no empreendimento. O núcleo conta com salas de aula, oficina de mecânica de manutenção industrial, equipada com ajuda da BRF Perdigão, e outras três de mecanização agrícola, que estão sendo instaladas em parceria com as indústrias John Deere, Valtra e Massey Fergusson.

Inicialmente, empresas e comunidade serão atendidas por meio de cursos de qualificação em mecânica de manutenção industrial, mecânica de manutenção de máquinas agrícolas, tornearia, soldagem, fresagem, mestre de obras e pedreiro básico, a ainda com cursos de aprendizagem em mecânica de manutenção industrial, cuja primeira turma deverá iniciar os estudos em janeiro próximo.

Também serão oferecidos programas cursos gratuitos de educação a distância, artesanato, inclusão digital e abertas turmas para o curso de Educação de Jovens e Adultos. Outras ações poderão ser desenvolvidas de acordo com as necessidades do mercado de trabalho. Assim como em Quirinópolis, o núcleo de Mineiros estará sob a coordenação da Unidade Integrada Sesi Senai Rio Verde – referência em formação de mão de obra na Região Sudoeste.

Panificação
Padarias de Cruzeiro do Sul qualificam profissionais
O Senai do Acre ministrou em Cruzeiro do Sul o curso de Confeitaria Fina para cerca de 20 funcionários de cinco padarias. A técnica é responsável por deixar as vitrines das panificadoras ainda mais atraentes.

O acabamento, que faz toda a diferença no produto final, não depende apenas de dom, mas de prática, explica o instrutor Tarcísio Futerko. “É preciso saber manusear o material que vai ser usado, ter criatividade e, principalmente, saber usar sem desperdício. Material de confeitaria fina é caro”, argumentou.

Tarcísio Futerko e alunos de Cruzeiro do Sul - Foto Divulgação
Tarcísio Futerko e alunos de Cruzeiro do Sul - Foto Divulgação

O programa aborda a parte prática, os cuidado com a estética e cálculo do material usado, o que é levado em consideração na hora da venda do produto. Em Cruzeiro do Sul, onde algumas frutas usadas em confeitaria fina, como o morango, são escassas e caras, Futerko recomenda adaptações, como trocar a fruta por cereja, por exemplo. “Fizemos muito trabalho com chocolate também, pois agrada o consumidor”.

As padarias do município, a 680 quilômetros da capital Rio Branco, são beneficiadas regularmente com a parceria Senai Sebrae, já realizam outros cursos. “Como a confeitaria fina é nova uma necessidade no município, a pedidos decidimos realizar mais esse curso, que, na verdade, é um aperfeiçoamento, ressaltou Futerko. O Senai também promove diversos cursos por meio do Sebrae nas áreas automotiva, eletricidade e moda e vestuário.

Certificação ambiental
Senai ganhará selo por neutralização de carbono
O Senai de Mato Grosso recebe nesta quinta (15/12) o selo Floresta Viva - Carbono Neutro por ter realizado o inventário de emissão de carbono em 2010 e aderir a iniciativas de neutralização do impacto ao ambiente. A certificação integra o evento 2011 com muito mais Ação, que ocorrerá a partir das 19h30, no Sistema Fiemt.

O Senai-MT e o Instituto Ação Verde detêm a metodologia para execução do inventário de emissões. Por meio dela, empresas, indústrias e prestadores de serviço podem conhecer o quanto de carbono estão liberando no meio ambiente. Qualquer instituição pode realizar o inventário, mas a neutralização é voluntária.

As empresas Unimed, Gráfica Atalaia e Plastibrás, e a Federação da Agricultura e Pecuária do estado e a Aprosoja aderiram à neutralização e, durante o evento, também serão agraciadas com o Selo Floresta Viva - Carbono Neutro.

O selo é entregue às empresas ambientalmente responsáveis que participarem da Plataforma de Negócios Ambientais, administrada pelo Instituto Ação Verde.
A comunidade de Barranco Alto, localizada no município de Santo Antônio de Leverger, será a primeira beneficiada com o pagamento por serviços ambientais, através da Plataforma.

Durante o evento do Instituto Ação Verde, o líder da comunidade de pescadores irá receber o cheque de R$ 7.500 pela área de recuperação e preservação florestal, negociada pela Unimed para neutralizar o carbono emitido neste ano.

Na comunidade, que foi a pioneira na adesão ao projeto de recuperação de Áreas de Preservação Permanente Degradada (APPD), mais de 100 mil mudas já foram plantadas em pequenas propriedades, com o objetivo de garantir o reflorestamento das margens do Rio Cuiabá e conter o assoreamento ou mesmo as erosões dos últimos anos. As áreas que estão em processo de recuperação ou mesmo as preservadas estão sendo colocadas à disposição de instituições para fazerem suas neutralizações.

Ensino articulado
Ebep forma primeira turma em Alagoas
A emoção marcou a solenidade de formatura da primeira turma do programa de Educação Básica oferecida pelo Sesi articulada com o ensino profissionalizante ministrado pelo Senai (Ebep), em Alagoas.

O diferencial dos formandos é que adquiriram, ao mesmo tempo, os diplomas do ensino médio e do curso Técnico em Redes de Computadores. “O resultado do ensino articulado é a ampliação das possibilidades de inserção desses jovens no mercado de trabalho, ou até mesmo na faculdade”, disse o diretor regional do Senai de Alagoas, Marben Loureiro.

Participaram ainda solenidade Alberto Cabus e Wander Lobo, respectivamente diretor-segundo secretário e vice-presidente do Sistema Fiea; Betânia Toledo, gerente de Educação do Sesi-AL; Sílvia Andrea da Costa, diretora da Escola Ebep; e Marcelo Carvalho, diretor das Unidades Operacionais do Senai-AL, Marcelo Carvalho; entre outros.

Segurança veicular
Organismo de Inspeção lança promoção de férias
Garantir a segurança dos proprietários de veículos. Esse é o trabalho de Organismo de Inspeção Acreditado, do Senai da Paraíba, em João Pessoa, que lançou uma promoção de férias com serviços de inspeção de segurança veicular.
 
Até o dia 31 de janeiro, serão beneficiados proprietários de veículos movidos a GNV no valor de R$ 50. Um diagnóstico completo do veículo será feito pela Consultoria Automotiva, serviço que verificação todos os itens de segurança como freios, suspensão, emissão de poluentes, iluminação, sinalização e outros. Esse serviço também é indicado a possíveis compradores de veículos usados e empresas. O valor é de R$ 30.
 
O Organismo de Inspeção do Senai-PB é acreditado pelo Inmetro há sete anos.
Mais informações: 83 3044-6616/6634/6627.

Qualidade na construção civil
Seis construtoras catarinenses adotam o PBQP-H
As construtoras do Meio Oeste de Santa Catarina estão aprimorando processos produtivos com o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat (PBQP-H), norma baseada nos critérios da ISO 9000 e que garante a qualidade das obras. Atualmente, seis empresas de Concórdia, Videira, Capinzal, Campos Novos e Fraiburgo estão implementando o programa com a consultoria do Senai de Luzerna.

A adoção do PBQP-H é exigida para a obtenção de financiamento da Caixa Econômica Federal e, mais recentemente, do Bradesco. "Mas as construtoras ampliam a garantia da qualidade de suas obras", afirma o consultor Fabiano D'Agostini. A metodologia envolve todos os colaboradores das empresas, que passam a adotar uma cultura focada na melhoria da qualidade, aumento da produtividade e redução de custos e desperdícios.

O PBQP-H é progressivo e está estruturado em quatro níveis. O D, cuja implantação tem duração média de um mês, é documental, exige apenas a redação do manual da qualidade da construtora. Os outros três níveis levam em média seis meses para serem implementados. O C compreende o controle de cinco materiais e cinco serviços; e o B envolve calibração de equipamentos e rastreabilidade de matérias-primas. Quando a empresa alcança o nível A pode considerar ter adotado a ISO 9000.

As seis empresas que participam do projeto totalizam cerca de 180 colaboradores, que estão passando por treinamentos. Eles precisam compreender o programa, as normas e como devem desenvolver suas atividades dentro das normas. Este ano, nove construtoras do Meio Oeste receberam consultoria do Senai.


Formatura em PetrolinaDezembro é período de formatura para os alunos do Senai de Pernambuco. Na terça (14/12), a unidade de Petrolina festejou a formatura de 573 alunos de cursos técnicos. Na quinta e sexta (16 e 17/12), ocorrerão, respectivamente, solenidade dos centros de ensino de Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe.

A programação será finalizada no dia 21, no Centro de Convenções de Pernambuco, às 19h, com a Formatura Integrada das Escolas Técnicas Senai da Região Metropolitana do Recife. Os alunos vão homenagear o ex-presidente do Sistema Indústria Armando Monteiro Neto. O paraninfo das turmas será o governador do estado, Eduardo Campos.

Os alunos que se destacaram em suas unidades do interior do estado também estarão presentes na solenidade. Com a conclusão de curso de suas unidades do Cabo, Água Fria, Santo Amaro e Paulista, o Senai-PE coloca no mercado de trabalho mais 2.162 profissionais capacitados para a indústria.

Segundo o diretor regional da organização, Antônio Carlos Maranhão de Aguiar, a chegada desses novos técnicos vai contribuir ainda mais no desenvolvimento de Pernambuco. "É dentro da perspectiva de crescimento que esse grupo deverá desenvolver a inovação e trazer o crescimento do país."

Vestibular em Porto AlegreA Faculdade Senai de Tecnologia, em Porto Alegre, escreve para o vestibular complementar, que será realizado em 22 de dezembro. São vagas para os cursos superiores de graduação tecnológica, com duração de três anos, em Tecnologia em Automação Industrial e em Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações.

O profissional em automação atua na modernização das técnicas de produção da indústria. Ele trabalha com instalação, manutenção e integração de sistemas de automação como controladores lógicos, sensores, redes industriais, microcontroladores, robôs e sistemas eletropneumáticos, entre outros.

O formado em sistemas de telecomunicações desenvolve arquitetura de redes de comunicação que viabilizam a convergência de serviços de dados, voz e imagem. O campo de atuação inclui departamentos de tecnologia, informação e comunicação de indústrias e instituições financeiras, empresas do setor de telefonia fixa e móvel, telemática, televisão aberta e por assinatura, internet, radiodifusão e radiotransmissão.
Mais informações: www.senairs.org.br/faculdade.

Gratuitos no DF – O Senai do Distrito Federal está com as inscrições abertas para 27 cursos de qualificação profissional, nas áreas de construção civil, eletroeletrônico, alimentação, mecânica de automóveis, lavanderia e moveleiro. São 1.055 mil vagas gratuitas.

“Os cursos estão de acordo com a demanda de nossas indústrias”, explica o diretor de Educação Profissional da organização, Romerito Carneiro. Podem participar trabalhadores e seus dependentes. Para esse público estarão disponíveis 525 vagas. As outras vagas serão oferecidas, nos dias 14 e 15 de dezembro, para a comunidade em geral.


Energia solar em debateCom entrada franca, o Senai de Monte Castelo, em São Luís, promoverá nesta quarta (15/12) a palestra Energia Solar e Sustentabilidade. Serão apresentados, entre outros assuntos:

  • As expectativas do mercado brasileiro,
  • Vantagens e desvantagens da tecnologia e
  • Usos práticos no mercado.

Mais informações: 98 3221-6888.

ISO no Senai-TO O Senai do Tocantins acaba de ser recomendado para manter a certificação NBR ISO 9001:2008, alcançada em fevereiro deste ano. O aval é do auditor da empresa BSI, Ricardo Magalhães, dado após realização de auditoria externa. O certificado de qualidade do Senai-TO passa agora a ter validade até fevereiro de 2012.

O diretor regional da organização, Marcus Fonseca, comemorou o resultado e classificou o processo de certificação como uma decisão acertada que demonstrar a seriedade do trabalho desenvolvido. “O fato de o auditor ter observado um amadurecimento no nosso sistema de gestão mostra que além de cumprir a responsabilidade de mantê-lo de acordo com o que a norma exige, demos passos adiante.”

A certificação se estende às unidades operacionais do Senai em Palmas, Araguaína e Gurupi. Por se tratar de um procedimento amostral, a auditoria não abrangeu Gurupi, o que deve se dar nas avaliações seguintes. O sistema de gestão do Senai-TO tem como escopo os serviços de educação profissional oferecidos.

Desafio Santander de Sustentabilidade Irã Farias, Vera Galvan e Vagner Ferreira, além dos colaboradores Soila Rodrigues Ferreira Silva e Carlos Alexandre Silva Franca, todos alunos do curso de Tecnologia em Produção de Vestuário, da Faculdade Senai de São Paulo, no Bom Retiro, na capital, disputam a etapa final do Desafio Santander de Sustentabilidade. O concurso cultural promovido pela instituição financeira apoia ideias sustentáveis voltadas a estabelecimentos de ensino superior de todo o país.

Em seu projeto, os universitários do Senai-SP propõem a gestão de compras sustentáveis na faculdade, incluindo rigoroso controle desde a entrada e estocagem dos materiais até a análise do ciclo de vida dos produtos e processos, finalizando com parceiras com fornecedores e clientes para a continuidade do programa. O trabalho – que teve orientação da professora Dilara Rúbia Pereira – também prevê a criação de ações de empreendedorismo social e o consumo responsável nas operações didático-pedagógicas.
 
Para chegar entre os cinco trabalhados selecionados, a proposta da equipe do Senai-SP superou mais de 1,2 mil inscritos e passou por três etapas classificatórias. Os universitários também participaram de encontros virtuais com especialistas para transformar o projeto Tramas Sustentáveis em ideia viável na prática.

A escolha do trabalho vencedor será nesta terça (15/12), na sede do Santander Brasil, na capital paulista, quando os trabalhos finalistas serão avaliados por uma banca técnica composta por especialistas nas áreas de sustentabilidade, gestão, empreendedorismo, análise de risco e gestão de projetos.

A equipe vencedora e o respectivo docente orientador ganharão bolsas de estudo no próximo ano para cursos de empreendedorismo na Babson College, em Boston, nos Estados unidos, entidade considerada referência no tema.

Soluções para a construção civilOs profissionais da construção civil que participaram do Ateliê de Prevenção de Acidentes no Trabalho conceberam e apresentaram quatro propostas para solucionar as principais causas de acidentes em canteiros de obras, como queda e ferimentos causados com material e equipamentos. As ideias foram elaboradas ao longo de uma semana e concretizadas em maquetes, apresentadas aos empresários da construção e ao público.

O Ateliê foi promovido pelo Sinduscon do Paraná, Sesi-PR e Senai-PR e instituições francesas. O método usado é francês e chegou ao Brasil via intercâmbio do Programa Sesi/Senai de Redução de Acidentes de Trabalho (PRAT) com a UTC e o Ministério do Emprego, do Trabalho e da Coesão Social da França.

"É um método inovador, que estimula as pessoas a trabalharem juntas em relação a um mesmo objetivo", explicou o especialista Pierre-Henri Dejean, da Universidade Tecnológica de Compiègne (UTC), da França.

Os 30 participantes do evento, entre técnicos de saúde e segurança, mestres de obras, engenheiros e encarregados de obras, visitaram empresas do setor e analisaram as principais mudanças que precisariam ser feitas para aumentar a segurança do trabalhador e reduzir os riscos de doenças no ambiente de trabalho.

A partir daí, começaram a materializar essas ideias com a construção de maquetes de madeira. Um dos principais problemas detectados são os acidentes com quedas. Para diminuir esse risco, um dos grupos propôs um anteparo que seria fixado nas lajes. "O Ateliê foi muito interessante, pois resultou em soluções inovadoras para problemas comuns", afirmou a engenheira civil e de saúde e segurança, Michelle Santos Fernandes, que presta consultoria a construtoras.

Outro problema frequente em canteiros de obras são as quedas por irregularidades no chão. Para minimizar acidentes, uma das equipes do Ateliê propôs uma esteira para passagem de pedestres e veículos. "O principal objetivo é nivelar o chão e garantir segurança, uma vez que a esteira possui material antiderrapante e é vazada, o que permite a passagem da água", explicou Grazieli Nascimento, técnica de enfermagem do trabalho do Consórcio Camargo Correa Promon-Repar.

As soluções propostas são viáveis e práticas, podendo ser aplicadas em empresas de médio e pequeno porte. "As ideias são de fácil execução, resolvem o problema e são econômicas", avalia o engenheiro de Segurança do Senai-PR, Bruno Caruso Adad. Ele destaca que a ideia é aprimorar os projetos e transformá-los em produtos que possam ser usados pela empresas do setor a partir de 2011.

É o caso do projeto de proteção de vergalhões – vigas de ferro que formam a base de colunas. A solução proposta no Ateliê resolveria problemas comuns à grande parte das empresas do setor.

"Normalmente essa proteção é feita com uma caixa de madeira muito rudimentar, ou pro meio de capuzes individuais. Mas isso não resolve o problema. Nossa ideia é cobrir as vigas com um material emborrachado e colorido, todas de uma vez. Isso resolveria a questão da segurança e também chamaria a atenção", disse Luzimar Duarte, técnico de segurança do Sinduscon.

Outra proposta refere-se à necessidade de o setor se comunicar melhor com os trabalhadores. A proposta é usar o relógio ponto para repassar informações sobre saúde e segurança para os trabalhadores. "Quando o funcionário passar o cartão, aparecerá na tela informações pertinentes a sua função, sempre enfatizando o uso de equipamentos de proteção individual", observou Bruno Adad.

Estágio no Rio de JaneiroEstagiar em uma empresa e atuar na sua área representa a oportunidade de complementar a aprendizagem, aliando a formação do Senai do Rio de Janeiro com a vivência do dia a dia das empresas. Dessa forma, as chances de ingressar no mercado de trabalho em uma boa posição aumentam.

O Estágio IEL-RJ é o agente de integração mais preparado para buscar parcerias com empresas e para encaminhar o aluno. Para tanto, clique aqui e cadastre gratuitamente o seu currículo.

Natal tecnológico – Presépios animatrônicos, trenós interativos e cenários natalinos fazem parte dos 30 projetos desenvolvidos por alunos do Senai de São que estão em destaque na Exposição Nataltec, uma das atrações do roteiro natalino da Avenida Paulista, na capital.

Os trabalhos interativos e que usam diferentes recursos tecnológicos aprendidos por estudantes dos cursos técnicos e de aprendizagem estão expostos até a próxima quinta (16/12), das 11h às 20h, no Espaço Fiesp. A entrada é gratuita.
 
Os visitantes elegerão o projeto favorito, com premiação para os cinco mais votados. Haverá menção especial para o trabalho que mais se destacar como consciência ambiental.
 
Segundo o gerente de inovação e tecnologia do Senai-SP, Osvaldo Lahoz Maia, a mostra é uma forma de divulgar o potencial criativo dos estudantes e incentivar o desenvolvimento tecnológico.
 
“O Nataltec estimula os nossos alunos a aplicar no cotidiano, de forma inovadora e lúdica, a teoria aprendida, além de levá-los a refletir e a pensar em alternativas de reciclagem e preservação do meio ambiente.”
 
Os trabalhos envolvem conhecimentos em áreas como automação, alimentação, eletroeletrônica, mecânica, mecânica de precisão, fundição, metalurgia, informática, metalmecânica, mecatrônica, plástico, instrumentação, caldeiraria, desenho, solda, mecânica de usinagem, robótica e eletricidade.
Mais informações: 11 3528-2000.


Frase de Hoje

"As convicções são mais inimigas da verdade que as
mentiras.
"

Friedrich Nietzsche


Edições do SENAI Hoje publicadas a partir de 1º de junho de 2004 estão
disponíveis para consulta. Digite no endereço, depois da palavra hoje, /h e a
data desejada. Exemplo: http://www.dn.senai.br/hoje/h010604.htm

   

Newsletter diária editada pela
Unidade de Comunicação Social
do Sistema Indústria (Unicom)

    

Editor: Roberto de Almeida Silva
61 3317-9942 – jornal@dn.senai.br
Colaboração
Assessorias de Imprensa dos
Departamentos Regionais do Senai
Núcleo de Tecnologia Multimídia do Senai-AL
Área de tecnologia da informação do Sistema Indústria
Senai
SBN - Quadra 1 - Bloco C - Ed. Roberto Simonsen
CEP: 70040-903 – Brasília – Distrito Federal
É permitida a reprodução total ou parcial do noticiário
veiculado nesta página, desde que citada a fonte.

    


Revista mensal editada
pela Unicom

Acesso à página do Senai